Retomar para Existir

Apresentação do TCC

RETOMAR PARA EXISTIR:
BRASIL/ DOC/ 20 min/ 2015
Dir. Olinda Muniz Wanderley

Apresentado em 2015 pela realizadora, nas dependências da FACIIP como requisito para obtenção do grau de Bacharela em Jornalismo, o documentário Retomar para Existir obteve nota máxima dos avaliadores, com menção de louvor.

Sinopse

O documentário descreve a história do cacique Nailton Pataxó enquanto líder, e sua luta para reconquistar o território do povo Pataxó Hã-hã-hãe. Através da narrativa dos personagens que contam a história deste líder indígena, o espectador é levado pela própria história do povo Pataxó Hãhãhãe e sua luta, enfatizando os fatos ocorridos de 1982 até o presente.

Citação em revistas

Whiplash.net: Arandu Arakuaa: em trilha sonora de documentário indígena, 2016
“A música “Watô Akwẽ (Sou Indígena no idioma Akwẽ Xerente)” da banda de Heavy Metal Indígena, ARANDU ARAKUAA, foi incluída na trilha sonora do documentário sobre a trajetória do Cacique Nailton Muniz Pataxó, indígena de descendência Tupinambá, e sua luta pela reconquista da Terra Indígena Caramuru-Catarina Paraguassu e como, a partir daí, tornou-se um personagem de grande importância no movimento indígena do Brasil.
Sobre a participação da banda o guitarrista Zândhio comenta: “Pra nós é muito importante não apenas falar sobre cultura indígena em nossas músicas, mas também sermos parte da luta dos Povos Indígenas por seus direitos””
https://whiplash.net/materias/news_795/236516-aranduarakuaa.html#ixzz3x08SRxge

Participação em Festivais, Mostras e outros

Olinda e Crispina, filmagens do doc.

Livre Troca – Mostra Territórios indígenas, realizada em dezembro de 2016 no Complexo Cultural do Teatro Deodoro em Maceió/Al
http://livretroca.redelivre.org.br/lista-de-videos/
“A jornalista indígena Olinda Muniz dirige este documentário que traz a história de Nailton Pataxó, marcando a presença das mulheres na produção audiovisual indígena. Lançado em 2015 (21min), o vídeo apresenta a  trajetória de luta e resistência do Cacique Nailton Muniz, do Povo Pataxó Hã hã hãe  (que também tem origem Tupinambá). Respeitado pelo movimento indígena em todo o país, Nailton foi figura importante na  reconquista da Terra Indígena Caramuru-Catarina Paraguassu em Pau Brasil.  Para Olinda, registrar esta história, é contradizer o que se tem dito sobre os Pataxó Hã hã hãe, pela mídia de Massa. Este povo,  sempre foram alvo de reportagens preconceituosas da grande mídia durante o processo de retomada das terras –  acusados de invadir propriedades e sem espaço de resposta para expor sua versão dos fatos noticiados na televisão ou mídia impressa.” Naine Terena in: http://livretroca.redelivre.org.br/territorios-indigenas/

Mostra de Cinema Indígena Aldeia SP, com exibição no Circuito Spcine, entre 07 a 15 de outubro de 2016 no Centro Cultural São Paulo, São Paulo/Sp.
https://www.facebook.com/aldeiasp/
http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/10/veja-programacao-da-bienal-do-cinema-indigena-em-sao-paulo.html

II Mostra Indígena de Filmes Etnográficos do Ceará, realizado pela associação das Mulheres Indígenas Jenipapo-Kanindé. Mostra contemplada no Edital de Apoio a Projetos Culturais de Demanda Espontânea 2016 da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), o evento aconteceu de 28 a 30 de abril, na Aldeia Lagoa Encantada, território da etnia Jenipapo-Kanindé, em Aquiraz/CE
http://www.secult.ce.gov.br/index.php/latest-news/46155-com-apoio-da-secult-ii-mostra-indigena-de-filmes-etnograficos-do-ceara-comeca-nesta-sexta-288
http://culturadigital.br/mincnordeste/2017/04/27/ii-mostra-indigena-de-filmes-etnograficos-do-ceara-comeca-nesta-sexta-28/

Cine Kurumin – Foto divulgação

Festival de Cinema Indígena 6 edição Cine Kurumin, Palacete das Artes, Salvador/Ba julho de 2017, e na segunda etapa na Aldeia Tupinambá de Serra do Padeiro em agosto de 2017.
http://cinekurumin.com/
https://www.facebook.com/cine.kurumin/
https://www.instagram.com/cinekurumin/

 

Fotos Cine Kurumin 6 ed. Salvador

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mostra Sagarana de Cinema.  26, 27, 28 e 29 de outubro de 2017.

Sábado, 28-10
19h – Mostra Competitiva Regional 3

https://cinebaru.wordpress.com/programacao/

copyDireitos Autorais e Patrimoniais Reservados
O documentário Retomar para Existir possui CPB, Certificado 
de Produto Brasileiro, emitido pela ANCINE.

Produtora: Olinda Muniz Silva Wanderley

Diretora: Olinda Muniz Silva Wanderley

Detentora de cotas patrimoniais: Olinda Muniz Silva Wanderley; 
100% de direitos

Para exibir o documentário em TV fechada ou aberta, cinema, mostras,
ou qualquer outra forma de exibição pública, diferente da já 
disponibilizada (plataforma de vídeos Vimeo), entrar em contato 
previamente.

Você está autorizado à compartilhar o documentário em seu website 
via mecanismo de incorporação do Vimeo utilizando o endereço
https://vimeo.com/yawar/retomar2015. Você não pode distribuir 
nem disponibilizar o documentário de forma diferente do expressamente
autorizado aqui nestes termos, ou por outros meios que não tenham sido
autorizados via contato, nem pode modificar e/ou exibir parcialmente
em desconformidade com o que tenha sido expressamente autorizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s